UPE realiza colação de grau com alunos de Odontologia

Na noite desta terça-feira (21), foi realizada cerimônia de colação de grau de 31 concluintes da 101º turma do curso de Odontologia da Faculdade de Odontologia da Universidade de Pernambuco (FOP/UPE), denominada “Turma Pierre Fauchard de 2021.2”. A solenidade, que aconteceu no auditório Clélio Lemos da Faculdade de Administração e Direito (Fcap), foi conduzida pela Reitora da instituição, Profa. Socorro Cavalcanti.

Para dar início a sessão solene, o orador e representante dos concluintes, Luiz Pedro Mendes de Azevedo, falou sobre os anos de aprendizado e a importância social da odongologia “ Rimos, choramos, estivemos juntos por tanto tempo. Que sejamos profissionais  bem sucedidos, mas principalmente honestos, empenhados e preocupados com nossos pacientes”.

Continuando as formalidades da cerimônia, os formandos Larissa Mayara Costa de Paula, prestou o juramento em nome de todos, e Jade Rodrigues Monteiro, recebeu o grau de mestre em nome dos demais colegas.  Luiz Pedro Mendes de Azevedo, foi o laureado da turma.

A paraninfa da turma professora, Gabriela Queiroz falou da alegria do momento. “É com profunda admiração e respeito que agradeço a vocês, queridos alunos, pela honra de estar hoje aqui como madrinha da turma. Para nós que fazemos a FOP é muito gratificante poder fazer a conclusão oficial do curso dentro da nossa casa, e com todos os formandos presentes. Invistam na carreira de vocês e lembrem que a ética profissional é a base para o bom exercício da odontologia.”

O diretor da FOP, professor Emanuel Dias destacou a importância de respeitar o outro. “A missão da odontologia é cuidas das pessoas. Respeitem os seus pacientes. Estudem e se preparem constantemente. Parabéns a todos. Vivam a odontologia e tenham uma carreira brilhante”.

Leia mais...

NOTA DE ESCLARECIMENTO - REINTEGRAÇÃO DE POSSE DE PARTE DO PRÉDIO DA FOP, EM CAMARAGIBE

Em 2019 foi emitido laudo técnico que constatou graves problemas estruturais na Faculdade de Odontologia de Pernambuco (FOP/UPE), os quais colocavam em risco a vida de inúmeras famílias que ali residiam, além da própria comunidade da UPE. Desta forma, os peritos recomendaram a imediata desocupação do imóvel.

Em relação a toda estrutura que envolviam as atividades administrativas e acadêmicas, foi tomada imediata providência para a desocupação do espaço, seguindo as etapas dos trâmites administrativos, em 04/12/2019, a UPE precisou ajuizar Ação de Reintegração de Posse para garantir a segurança das pessoas que lá moram.

No dia 20/03/2020, foi deferido o pedido liminar para fins de determinar a desocupação voluntária do imóvel, no prazo de 15 dias, sob pena de reintegração de posse. No entanto, antes do final do prazo acima estabelecido, a UPE requereu que a desocupação fosse postergada para após uma melhor equalização do quadro da Pandemia da COVID-19 que se instalou.

No decorrer das tratativas com as famílias residentes, é importante destacar que a FOP/UPE se comprometeu a ceder uma área de 4.179,93m2 à Companhia Estadual de Habitação de Obras – CEHAB (Camaragibe), devidamente regularizada nos órgãos competentes, para a construção de um conjunto habitacional dentro do Programa “Minha casa Minha vida”, com a finalidade de beneficiar as famílias de moradores, entre outras famílias. Acrescente-se que, foi noticiado pela CEHAB, através de Ofício ID no 75797801, que os ocupantes da FOP, desde fevereiro/2020, recebem auxíliomoradia mediante crédito na conta poupança do beneficiário. 

Leia mais...

Aluno de Direito da UPE tem projeto aprovado em evento jurídico

O discente Antônio Carlos Novaes, pesquisador do Grupo Veredas de Criminologia, do campus Arcoverde da Universidade de Pernambuco foi  agraciado com o prêmio de melhor pesquisa de iniciação científica na área de ciências criminais, conferido pela Coordenação Nacional do Laboratório de Ciências Criminais do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM) durante o Lab 2021.

O Lab 2021 contou com a participação de mais de 800 estudantes. Os melhores trabalhos integrarão o livro comemorativo Lab 20 anos, que ainda está em construção. Os estudantes poderão apresentar também seus trabalhos no Simpósio Nacional do Laboratório de Ciências Criminais em data a ser divulgada oportunamente.

Antônio Carlos é orientado pelo professor de direito penal da UPE, Cristhovão Gonçalves do Programa Institucional de Bolsas Institucional de Iniciação Científica (Pibic) com pesquisa intitulada “Entre Práticas Policiais e Chancelas do Judiciário: uma análise empírica da influência da cultura de metas policiais do Pacto Pela Vida na criação de flagrantes forjados no estado de Pernambuco”. O discente também é monitor da disciplina de direito penal especial 2, orientado pelo Prof. Homero Bezerra.

“A premiação vem coroar a excelente trajetória acadêmica do discente e atesta a qualidade acadêmica do Curso de Direito do Campus Arcoverde”, destaca o professor Cristhovão Gonçalves.

Para saber mais sobre os trabalhos aprovador acesse: https://www.ibccrim.org.br/noticias/exibir/8881

Internacionalização da UPE ganha força com a inauguração da Casa Pernambuco em Portugal

Será no dia 28 de junho a inauguração oficial da Casa Pernambuco na cidade portuguesa do Porto. Trata-se da sede do Instituto Pernambuco-Porto Brasil, entidade criada por empresários para apoiar o intercâmbio de estudantes de graduação e pós-graduação do estado com instituições de ensino superior lusitanas.

O presidente do Instituto, Zeferino Ferreira da Costa, fez na manhã desta terça-feira (14) uma visita à reitora da UPE, professora Socorro Cavalcanti, para convidá-la para a solenidade oficial. O assessor de assuntos especiais da UPE, professor Guido Corrêa de Araújo, participou do encontro.

A Universidade de Pernambuco é uma parceira do instituto desde a sua idealização em 1992, quando um pequeno grupo de investidores brasileiros e portugueses reunidos em Vila Nova de Gaia começou uma conversa informal sobre apoio a intercâmbio de estudantes brasileiros para o Porto.

Situado na Rua das Estrelas, em uma área de 7,8 mil metros quadrados, o edifício sede do Instituto Pernambuco-Porto Brasil fica perto das faculdades de Ciências, Arquitectura, Letras e do centro desportivo da Universidade do Porto, que cedeu o espaço em regime de comodato.

O espaço construído de 2,3 mil m² foi projetado pelo arquiteto Acácio Gil Borsoi e conta com um auditório (que ocupa uma espécie de cone cortado), uma biblioteca e centro de documentação, um espaço destinado a acolher exposições temporárias e uma zona destinada à cooperação empresarial.

Tem ainda uma área residencial, com quatro alojamentos que poderão receber professores e investigadores universitários de passagem pelo Porto.

O espaço representa mais um passo no processo de internacionalização da Universidade de Pernambuco. A casa poderá sediar eventos como seminários abordando temas de interesse da UPE e da parceira UPorto. O objetivo é promover não apenas a cultura, mas as inovações em ciência e tecnologia produzidas no estado.